24 junho 2014

Resenha - A Culpa é das Estrelas

 "A Culpa é das Estrelas é uma das obras literárias mais comentadas na atualidade, muito estereotipada por uns e muitas vezes subjugada por outros. O livro pode ser uma grande surpresa para os leitores de todas as idades se analisarmos não só o romance em si, mas as lições que o livro tem a nos oferecer, assim como os conceitos filosóficos presentes e a escrita leve que o autor nos proporciona."

Titulo Original: The Fault in ours Stars
Titulo Nacional: A Culpa é das Estrelas
Ano de Lançamento: 2012
Numero de Páginas: 288
Editora: Intrínseca
Gênero: Romance, DramaSinopse: Hazel é uma paciente terminal. Ainda que, por um milagre da medicina, seu tumor tenha encolhido bastante — o que lhe dá a promessa de viver mais alguns anos —, o último capítulo de sua história foi escrito no momento do diagnóstico. Mas em todo bom enredo há uma reviravolta, e a de Hazel se chama Augustus Waters, um garoto bonito que certo dia aparece no Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. Juntos, os dois vão preencher o pequeno infinito das páginas em branco de suas vidas.

 O livro é narrado em primeira pessoa e conta a história de Hazel Grace uma jovem de dezesseis anos que sofre com  um câncer na tireoide que evolui para uma metástase no pulmão e faz com que ela tenha que andar com um cilindro de oxigênio e uma cânula no nariz para conseguir respirar. Os médicos da garota estão convencidos que que ela pode estar deprimida, o que pode ser um problema, então ele é obrigada pelos seus pais a ir ao grupo de apoio liderado por Patrick. É la onde ela encontra Augustus Waters pela primeira vez e um romance descomunal se desenrola a partir da primeira troca de olhares.


"Faltando pouco para eu completar meu décimo sétimo ano de vida minha mãe resolveu que eu estava deprimida, provavelmente porque quase nunca saía de casa, passava horas na cama, lia o mesmo livro várias vezes, raramente comia e dedicava grande parte do meu abundante tempo livre pensando na morte."

  Vou confessar que estava um pouco receado de ler A Culpa é das Estrelas, não por achar o livro "modinha" ou coisa do tipo (e já deixo claro que acho isso ridículo), mas por se tratar de um romance dramático e esse não é o meu gênero preferido, porém o li para tirar minhas próprias conclusões e me surpreendi com o que encontrei naquelas páginas.

   A narrativa do John Green é muito fluída e leve e te prende facilmente. O autor pensou muito bem na história de modo que o romance não ficasse tão "meloso", o tornando muitas vezes divertido. O romance é tão natural e singelo, nada extravagante demais, mas sim a pura essência de um amor adolescente, retratadado nas palavras mais simples e belas, de forma que o leitor consiga apreciar todo o potencial do livro.

  O livro é tratado muitas vezes como dramático demais, e eu prefiro dizer que ele é apenas realista, realista demais. O autor não criou um romance com final feliz, ele explorou toda a história de uma forma mais real e por isso causa tanto choque em algumas pessoas. A história vai além de um romance qualquer, ele nos mostra que a vida nem sempre vai nos dar um final feliz, nem sempre vai coagir como queremos, mas devemos fazer as nossas escolhas e saber aceita-las.

"Mas eu acredito em amor verdadeiro, sabe? Não acho que todo mundo possa continuar tendo dois olhos nem que possa evitar ficar doente, e tal, mas todo mundo deveria ter um amor verdadeiro, que deveria durar pelo menos até o fim da vida da pessoa."

  A construção dos personagens é muito boa e o autor sobre aprofundar cada um dele de uma maneira bem peculiar. A Hazel e o Augustus são incrivelmente cativantes, mas não por serem "bonitinhos" ou coisa do tipo, eles já estão tão convictos que vão morrer que acabam se tornando debochados com a vida e acabam fazendo uns questionamentos existências muito bonitos ao longo da narrativa. Além disso o livro nos apresenta alguns questionamentos adolescentes típicos da idade tratados de uma maneira diferente, já que os personagens principais tem algumas necessidades especiais decorrentes da doença.

  Hazel Grace é sem dúvida bem divertida e engraçada, ela tem um tom sarcástico evidente característico e é muito inteligente por sinal, o Augustus não fica para trás, ele é um jovem com pensamentos bem interessantes a algumas filosofias  de vida bem diferentes, o que torna o livro ainda mais interessante.

  O autor conseguiu dar um toque de humor a história, mas ele não brincou quando se diz respeito ao drama, que é realmente emocionante. A transição entre a "parte saudável" e a parte onde os efeitos do câncer começam a aparecer no livro é tão brusca que te deixam em choque. (Se você é muito sensível os acontecimentos do final do livro podem te abalar de uma maneira drástica.)



  No final o livro leva 5 estrelas por ser uma leitura surpreendente e agradável. A Culpa é das Estrelas tem algumas quotes muito bonitas, e elas foram muito bem pensadas pois se encaixam não só apenas na situação em que foram ditas mas sim em algumas situações do nosso cotidiano, além disso ele nos trás alguns ensinamentos muito bons e se você não focar somente no romance pode absorver muito de um livro considerado "modinha".

"Esse é o problema da dor, ela precisa ser sentida."

43 comentários:

  1. A Culpa é das estrelas é com certeza um dos romances mais lindos que eu já li. Não acho q ele seja filosofico, mas a simplicidade faz a gente amar <3

    Abraços
    David Andrade
    http://www.olimpicoliterario.com/

    ResponderExcluir
  2. Li esse livro antes dele virar 'modinha'. Gostei do livro e tal, a escrita do John Green é realmente ótima!!!
    Depois de ver TANTA gente falando dele me deu meio que um enjoo kkkk.
    Sua resenha ta ótima Carlos. Adorei.
    :)

    ResponderExcluir
  3. Oi Carlos!
    Eu tenho uma relação estranha com esse livro. Acho uma história bem bacana e comovente, mas nada que justifique todo esse sucesso. É só mais romance trágico. Rs
    Adorei a resenha!

    Abraços,
    http://entreserieselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Devorei tão rápido que quase nem senti. Um ótimo livro para ler nas férias. Gostei do humor na história também, acho que foi fundamental para eu continuar lendo. Bela resenha.
    Beijos, http://nostalgemeas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. ACEDE tem um espaço muito especial no meu coração. Já li outros livro do John e são ótimos também, mas ACEDE é o mais especial para mim. Chorei muito no final, na verdade choro até hoje, só de lembrar, e olha que li o livro ano passado kkkkkkk Assisti o filme, e ficou perfeito também!!! Parabéns pela resenha :) Beijos!
    http://chuvacobertaelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. ACEDE é um divisor de opiniões nato. Eu estou do lado daqueles que não gostaram muito.
    Acho a história bonita e comovente, mas nada tão inovador e surpreendente assim.
    Chorei horrores com o filme, acho que foi muito bem adaptado. ~você não me perguntou, mas ok~
    Ótima resenha.

    Beijos
    Bárbara
    Toca dos Livros
    http://btocadoslivrom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Li o livro e, apesar de achar uma boa história, não achei marcante e de longe ficou entre meus favoritos.

    ResponderExcluir
  8. O livro devia ser super pesador, e te deixar pra baixo, mas é exatamente o oposto e isso talvez seja o que mais gosto nele.=)

    http://triocoffee.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Eu tenho o livro, já li e concordo com você. Mas entre os livros do J. Green, eu prefiro Cidades de Papel (já leu?), enfim. O Green escreve muito bem, mas como a Nanda comentou acima, ficou longe de ficar entre meus favoritos. Mas o livro é bom. Concordo também na parte de o romance não ser meloso e sim realista, acho que esse negócio que tá na internet, da modinha, é que passa a cara que o livro é meloso, mas eu não acho.

    :D
    http://www.republicacrash.com/

    ResponderExcluir
  10. A história é linda, eu não sou muito fã de romances, mas esse livro me conquistou de primeira *-*

    http://encantodabagunca.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Esse livro com certeza me conquistou, mas não acho que seja "o melhor livro do mundo", coisa que muitos falam. Adoro essa parte engraçada do John Green, não costumo gostar de romance, mas digo que John Green não é romance, John Green é John Green.
    Adoro o final de "Cidades de papel" e a maioria das pessoas odiou, eis que digo o porque: é realista. Eu adoro quando um romance pode ser realista, te faz mostrar que é possível amar alguém sem ser um conto de fadas.
    "A culpa é das estrelas" não é meu livro preferido, nem o segundo preferido e sim o terceiro, mas com certeza passa uma mensagem muito bonita que vou levar pra vida toda, viver o nosso infinito com intensidade, por menor que ele seja.
    Beijos!
    Bia
    http://vivendonoinfinito.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Parabéns pela Resenha Carlos, Ficou ótima!! ^^
    Vou ter de confessar algo escandaloso... Ainda não li este livro!! O.o
    haaa eu sei.. como assim?!! Mas é que sempre enrolo quando sei que um livro é triste, então... ainda estou enrolando!! =P Mas estou quase tomando coragem para lê-lo!! rsrrsr =)

    ResponderExcluir
  13. Nunca li John Green, mas já amo o cara. Ótima resenha, espero ler o livro antes de ver o filme.

    ResponderExcluir
  14. Adorei a resenha e concordo que a escrita do John Green prende facilmente. Eu li Quem é Você, Alasca? em três dias porque eu não conseguia parar! Eu resenhei o livro:
    http://luzdamadrugada.wordpress.com/

    Gostei muito da sua resenha mesmo, parabéns.

    Beijoss

    ResponderExcluir
  15. Já li alguns (quatro) livros do John Green, mas não tenho interesse nenhum em começar A Culpa é das Estrelas. Certo, todos dizem que é excelente e blábláblá, mas o fato desse livro ter se popularizado tanto me fez ter certo receio em relação a ele. Ainda não assisti ao filme, mas pretendo assisti-lo. Não vou me negar a ler o livro caso o ganhe, mas só deste modo o lerei.

    Até mais!
    Sérgio H.

    www.decaranasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. O livro é maravilhoso. Acho que todo mundo deveria ler. E Green é o cara, haha.
    Beijos
    http://thamirisdondossola.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Esse livro é lindo!!! Foi o primeiro livro em que chorei, de verdade hahaha
    Adorei o blog!!
    http://paradisodiparole.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  18. Oi Carlos Henrique,eu pessoalmente achei uma leitura agradável,uma linda história comovente. Tem quem não goste,mas o importante e a leitura,mesmo que não agrade um ou outro.
    Achei seu blog interessante.Beijos e abraços fraternos.

    ResponderExcluir
  19. Se tratando de "A culpa é das estrelas" Fica tudo lindo, livro lindo, filme lindo (Tirando o final que foi alterado), emfim tudo muito perfeito !

    Abraços !

    http://comandoliterario.blogspot.com.br.br

    ResponderExcluir
  20. Carlos, ia fazer um comentário simples, porque ja tinhamos conversado no facebook hahaa! Mas vi que o pessoal se inclui no que eu disse no comentário de lá, então vou me sentir a vontade para colá-lo aqui, ok? Gostaria que mais pessoas lessem (se alguém le comentarios dos outros hahaha)

    "Li a resenha, e fiquei bem feliz em le-la! tenho a mesma opinião que a sua, apesar de ser um romace, nao acho que o primor do livro eh esse... mas sim a filosofia de vida que os dois possuem, como levam e enfrentam a verdade e a vida... realista e cruel, acho que John Green nao quis escrever so um romance mimimi mas sim algo que fizessem as pessoas refletirem! infelizmente, depois do filme percebi que o maior publico so ve o romance, e nao a mensagem"

    =D

    ResponderExcluir
  21. Oi Carlos, tudo bem?
    É bom saber que o autor conseguiu dosar o drama com o humor. Assim o livro fica mais leve, você deve quase esquecer do que se trata, por isso o choque quando a verdade lhe derruba.
    Gostei dessa frase: "o problema da dor é que ela tem que ser sentida", e ninguém a quer sentir não é mesmo???
    beijinhos.
    cila-leitora voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Nem sei o que falar desse livro, né ! Eu o li em dois dias. Foi presente do meu namorado e tipo, eu adorei. Aguardei ansiosamente pelo filme e quando estreou minha irmã e eu fomos ver ! É fantástico meeeesmo! John Green já se tornou um de meus autores favoritos depois de ler A Culpa.
    Ótima resenha!

    ResponderExcluir
  23. Oi Carlos, tudo bem?
    Quando eu comprei esse livro eu também fiquei com receio de ler depois todo alvoroço que ele causou, mas não me arrependi, foi uma ótima leitura, mesmo eu tendo reações diferentes do que andei vendo por aí.
    Porque na verdade eu ri mais que chorei, adorei o sarcarmo dos personagens, Gus é meu queridinho. É claro que me emocionei também...mas admito que ri mais rsrs.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  24. Nossa! Eu assiti no cinema e amei, chorei uma década inteira HAHAA, o filme é muito bom, o ruim é que cortaram algumas partes..
    adorei o post.

    http://fashionher0es.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Este livro é realmente muito bom! E sua resenha ficou ótima.
    Adorei o blog! Parabéns e muito sucesso.

    Beijos
    Vitoria
    lonelyfireflies.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  26. Li esse livro no começo do ano passado e achei bem legal.
    Sua resenha ficou ótima.
    Abraços
    http://leiaeimagine2013.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  27. Olá!
    Eu amo esse livro e me apaixonei pelos personagens. É uma história comovente e muito emocionante. Eu chorei muito com o final. Adorei a sua resenha.
    Beijinhos! http://www.eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Eu queria muito ler este livro,mas depois que virou modinha e todo mundo leu.Vi um spoiller fdm que fez eu perder TOTALMENTE a vontade ;/ Quem sabe um dia ne?Mas amei sua resenha,tenho vontade de ler,mas ao mesmo tempo não pq já sei praticamente toda a história kkk Mas parabéns.Amei o post.Beijos

    http://cantinhodatitania.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  29. Confesso que quando li o livro em janeiro foi porque ouvi muito falar dele... tantas resenhas lidas com tantos elogios e como iria sair o filme eu preferi ler o livro antes... Eu acho que esse negócio de modinha não existe e sim que um livro pode ser querido por várias pessoas.... e pode surtir efeitos positivos e negativos a cada ponto de vista. eu gostei da leitura desse livro e concordo com tudo que você disse, porém pra mim ele não foi surpreendente... me passou algumas lições... Me emocionou, mas não superou as minhas expectativas.... Xero!!!!

    ResponderExcluir
  30. Sem dúvidas é um excelente livro. Mesmo com uma escrita simples. o livro consegue te passar excelentes experiências e lições. Sem dúvidas, é um livro para se ler mais de uma vez.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de junho

    ResponderExcluir
  31. Terminei a leitura desse livro hoje e achei simplesmente maravilhoso! A escrita do John Green é realmente muito leve, e as personagens realmente muito bem construídas. Ri bastante e me emocionei demais também. Com certeza recomendo para todo mundo. Eu, particularmente, sou fã do gênero, mas até você que não curte muito acabou gostando demais da leitura. É um livro que realmente tem bastante a ensinar.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  32. Oie
    Eu já li A Culpa é das Estrelas é amei. A escrita do John é ótima, a história de Hazel e Gus é linda e comovente, chorei muito nesse livro. Gus é tão lindo.

    Beijos,
    Jessica
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
  33. ACEDE tá no top 1 dos meus livros preferidos. Concordo com o que vc disse sobre poder aproveitar as frases do livro em outras situações. Vai muito além de um romance, podemos tirar várias lições dessa história.
    Beijinhos!
    Giulia - Prazer, me chamo Livro

    ResponderExcluir
  34. Nossa sua resenha foi ótimaa! Concordo com vc quando diz que o livro é realista. Antes de ler vi muita gente falando que o livro é lindo, dramático e que chorou horrores, então já estava meio que preparada para chorar horrores também, pq sou chorona mesmo. MAS li o livro inteiro e não derramei uma lágrima hahahahau Concordo que o livro seja dramático, mas acho que mais realista do que dramático. A história me fez pensar muito e refletir sobre a vida, talvez por isso que não tenha achado lindo e morrido de amores pelo livro. hahahau
    Mas enfim, adorei a resenha e seu blog.
    Beesos
    Blog Coisas da Carol

    ResponderExcluir
  35. Oieeee, adorei sua resenha e fiquei muito feliz que você tenha dado 5 estrelas, isso aumentou minha vontade de ler kkk, tenho muita vontade de ler este livro, mas ainda não li por causa do filme, eu gosto de ler o livro e no outro dia já assistir ao filme, mas aqui na minha cidade o cinema resolveu não trazer o filme, consequentemente como não assistirei o filme, fiquei com raiva e também não vou ler o livro kkkkkk, sério, fiquei com muita raiva, queria muito assistir ao filme :(

    Abraços.

    ResponderExcluir
  36. Oi, Carlos!

    Aaaah eu sou muito suspeita pra falar desse livro, ele tem um lugar especial no meu coração. Comprei ele na bienal de 2012, quando era lançamento e me apaixonei desde então. Fico feliz que ele tenha se tornado modinha, caso contrário não teria aquele filme MARAVILHOSO hehe
    Enfim, fico feliz que tenha gostado, Hazel e Gus são únicos, cada um do seu jeito.

    Beijos
    Rayssa
    http://diariosdleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  37. Oi! Amei a sua resenha!
    Também odeio esse termo: "modinha". O livro é sensacional, realista, cômico, dramático e engraçado, tudo o que um livro que demonstra a realidade precisa ter. É bem cativante e te marca por um bom. Faço das suas palavras as minhas. Foi bem isso que pensei quando li este livro. Ele é perfeito, maravilhoso e é isso que o faz ser tão agradável a massa!
    Abraços!
    Misael
    http://devoradoresde-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  38. Olá Carlos!
    Eu acho que sou uma das poucas pessoas que se decepcionou com o A culpa é das Estrelas, como já citei em outros blogs, não pelo fato do livro ser ruim, pelo contrário é um bom livro, com toda essa questão filosófica que você citou no começo de sua resenha e tudo mais, mas (na minha opinião) é só isso! Deixe eu explicar, após ler várias e várias resenhas sobre o livro, cometi o pecado de ir com muita expectativa ler o livro, achando que esse seria o melhor livro da minha vida até o momento, mas nas minhas conclusões achei tanto John Green como a histórias normais, bom livro, mas nada de excepcional, isso somado ao fato de que enquanto lia o livro era diagnosticado com Linfoma de Hodking, um tipo de câncer no sistema imunológico, então me batia uma depressão em alguns momentos do livro!
    Mas, apesar disso ainda não desisto de JG, e pretendo ler outros livros do autor!
    Grande Abraço
    Claudinei Barbosa
    http://resenhandoecontando.blogspot.com

    ResponderExcluir
  39. Oi Carlos!
    Feliz com sua resenha e que gostou assim da obra! Eu amei também o livro é lindo, sensível e engraçado! É um livro que vou reler muitas vezes e me emocionar sempre!
    Ótima resenha!
    Beijso

    ResponderExcluir
  40. Eu gosto muito do livro e infelizmente ainda não pude assistir o filme, mas estou bem ansiosa. O livro é realmente muito tocante, profundo e emocionante, o John Green tem o dom na hora de criar personagens ♥
    Amei a sua resenha, Beijos
    Conversas de Alcova

    ResponderExcluir
  41. Oi Carlos! Parabéns pela resenha, está fantástica! Gostei muito do seu blog, de verdade. :) A Culpa é das Estrelas é meu segundo livro favorito. Eu também tinha medo de lê-lo, como você, pelo mesmo motivo, mas no fim acabei me apaixonando pela história. Beijos.

    Letícia Valle
    http://litteraturamundi.blogspot.com

    ResponderExcluir
  42. Oi Carlos, tudo bem?

    Acho que se eu começar a falar aqui, não paro nunca mais. Este é um dos livros mais lindos que já li em minha vida. E nunca vou esquecê-lo!

    Beijo

    ResponderExcluir
  43. Oi!
    Amo de coração esse livro, um dos meus favoritos do Green, sou apaixonada por todos os livros dele (tirando O Teorema Katherine, que pra mim foi horrível). Chorei horrores, tanto no livro, quanto no filme.
    Parabéns pela resenha!
    Abraços.

    Beatriz Belo
    http://hey-bookaholic.blogspot.com

    ResponderExcluir